quarta-feira, novembro 15, 2006

Japão - Do estado Zen ao boom tecnológico

O Japão caracteriza-se por uma amálgama de atractivos culturais decorretes dos encantos naturais, eternos e imutáveis, que vivem em perfeita harmonia com a evolução tecnológica. É a tentativa de uma coexist~encia perfeita entre o antigo, feito de mitos e tradições, e o moderno.
O arquipélago japonês estende-se por mais de 3000 ilhas plantadas em torno das quatro principais - Hokaido, Honshu, Shikoku e Kyushu - espalhadas por 3000 km, das zonas subárticas até ás zonas subtropicais. As estalções do ano são bem definidas, o que propícia verdadeiros espectáculos paisagísticos que nos levam para outras épocas. As cerejeiras em flor na Primavera, o verde forte no Verão, as folhagens de tons encarnados no Outono - o Kooyoo, como lhe chamam - e as belíssimas cenas de neve no Inverno desde há eras que têm inspirado a literatura e as artes dos nipónicos.
História e Natureza
Admirável seria se não corrêssemos a apreciar estas belezas naturais. Locais como a ilha de Mitsukejima são os mais indicados para quem gosta de acampar ou tão simplesmente de nadar e tomar banhos de sol.A Penísula de Noto e o Templo de Sojiji, ambos em Ishikawa, são também locais a visitar; um, exemplo das inúmeras instâncias termais de água salgada do país (resultado da sua localização no Anel de Fogo do Pacífico), outro como apanágio do caminho a percorrer até ao Nirvana, enquanto paradigma importante do Zen Budista.
Também em Ishikawa, não poderás deixar de visitar Kanazawa - ou "Pequena Quioto - onde se aglomeram pontos turísticos como as ruínas de um castelo do século XVI, o bairro de Teramachi, a Cidade dos Samurais de Nagamachi, o Distrito das Gueixas Higashi e Kenrrokuen, um dos três melhores jardins panorâmicos do país. Takaoka Daibutsu é considerado um dos três maiores Budas no Japão, situado no alto de Sakashitacho, em Toyama. No seu interior, podem visitar-se galerias com uma exposição permanente.
Para os amantes de esqui e do alpinismo, nada melhor do que o Monte Tateyama onde se poderá encontar igualmente uma variedade de lagos, sendo o Mikuriga o mais importante lago vulcânico da região.
Modelo de Futuro
Mas nem só de passado vive este país! As metrópoles como Tóquio são exímias a proporcionar variadas formas de entretenimento urbano: desde as artes tradicionais, como o Nô, o Kabuki e o Bunraku, até concertos tanto de artistas populares como mais clássicos de orquestras mundialmente conhecidas. Tóquio é um autêntico modelo do que nos espera no futuro. Deste modo, podemos afirmar o Japão como um megaorganismo que funde grandes cidades cosmopolitas com centros populosos menores, nunca esquecendo a cultura tradicional que o fundou. De contornos adocicados, com as suas paisagens e a própria culinária a provarem-no, ergueu-se nas indústrias da alta tecnologia mas nem por isso deixou de preservar o carácter hospitaleiro do seu povo.

2 comentários:

Liliana disse...

Já nem conheço o meu próprio blog...

Tanque Silva disse...

O Nosso , eh , eh , eh ....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...