domingo, junho 05, 2005

Cidade de Sevilha

Sevilha tem uma história rica e fascinante. Sua evolução está intimamente ligada ao rio Guadalquivir, porto fluvial e ponte entre o Oceano Atlântico e o interior da Andaluzia.
De acordo com uma antiga lenda, foi Hércules, o herói mitológico, o fundador da cidade. Na verdade, parece que as origens de Sevilha remontam a um velho povoado tartesso, Ispal, que data do século VIII a.C., local onde posteriormente os romanos fundaram a cidade de Lulia Rômula Híspalis. No ano de 206 a.C., Cipião, o africano, estabeleceu uma colônia em Itálica, a poucos quilômetros de Sevilha, cidade que experimentaria momentos de esplendor e que viria a ser berço dos imperadores Trajano e Adriano. O domínio muçulmano estendeu-se até 1248, ano em que Fernando III, rei de Castela, conquistou a cidade, convertendo-a em capital de um vasto reino que ocupava a maior parte da Baixa Andaluzia. Durante os últimos séculos da Idade Média, Sevilha alcançou um grande desenvolvimento como porto fortemente associado às rotas de comércio do Atlântico. Contudo, foi com o descobrimento da América que a cidade chegou ao auge do seu esplendor. A monarquia castelhana elegeu Sevilha para sede da Casa de Contratación, organismo encarregado do comércio colonial americano, convertendo assim a cidade na capital da Corrida para as Índias. Sevilha cresceu durante o século XVI até se tornar uma das principais cidades da Europa. O século XVII, porém, assistiu à decadência da cidade, que cedeu a Cádiz o protagonismo comercial de que havia desfrutado até então. Seria preciso esperar até a segunda metade do século XIX para que Sevilha iniciasse um novo período de expansão apoiado na introdução da estrada de ferro e na expansão urbana em direção ao sul. O século XX testemunhou duas grandes exposições que contribuíram para transformar profundamente o aspecto da cidade. A Exposição Ibero-americana, de 1929, trouxe consigo a construção da Praça de Espanha e dos Jardins de Maria Luísa. A exposição Universal, de 1992, incorporou à cidade a Isla de la Cartuja e foi um marco importante na história recente de Sevilha. Hoje, Sevilha é uma cidade de 700 mil habitantes, capital da Comunidade Autônoma da Andaluzia. Munida de uma vasta bagagem histórica, a cidade olha com expectativa para o futuro. Espero que gostes,mas foi uma viagem muito cansativo,porque em dois dias percorremos 1200 Km de autocarro, chegamos a Sevilha por volta das 19horas portuguesas 20 espanholas e estavam 32 graus e no domingo de manhã choveu quase toda a manhã,tivemos que andar no autocarro a ver a cidade porque não dava para anadar a pé pois chovia muito, mas foi fixe. Quando puderes visita a cidade mas com mais tempo,porque é muita bonita, especialmente á noite.
José Roda

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...